Pesquisar neste blogue

sexta-feira, 13 de maio de 2011

O livro / Manuel António Pina


.............................................................................
E quando chegares à dura
pedra de mármore não digas: «Água, água!»,
porque se encontraste o que procuravas
perdeste-o e não começou ainda a tua procura;
e se tiveres sede, insensato, bebe as tuas palavras
pois é tudo o que tens: literatura,
nem sequer mistério, nem sequer sentido,
apenas uma coisa hipócrita e escura, o livro.
Não tenhas contra ele o coração endurecido,
aquilo que podes saber está noutro sítio.
O que o livro diz é não dito,
como uma paisagem entrando pela janela de um quarto vazio

Manuel António Pina, Os Livros, Assírio & Alvim, 2003


4 comentários:

  1. Recordo uma frase dele fantástica:"Avida é assim... mas eu não concordo!"

    ResponderEliminar
  2. Olá, MFC, essa frase é de Pessoa, mais propriamente de Bernardo Soares :-))

    ResponderEliminar
  3. O livro é a fonte de poder que o espirito necessita. Bela imagem. Abraços!

    ResponderEliminar