Pesquisar neste blogue

quinta-feira, 28 de outubro de 2010

AS TRÊS PALAVRAS MAIS ESTRANHAS



 












Quando pronuncio a palavra Futuro
a primeira silaba já pertence ao passado.

Quando pronuncio a palavra Silêncio,
destruo-o.

Quando pronuncio a palavra Nada,
crio algo que não cabe em nenhum não-ser.

Wislawa Szymborska

Tradução de Elzbieta Milewska e Sérgio das Neves 

1 comentário:

  1. Há muito que por aqui não passava.

    Valeu bem a pena, só para encontrar tão estimulantes pensamentos de autora para mim completamente desconhecida.

    Mas a Humanidade está sempre a surpreender-nos; por vezes, para nosso grato prazer.

    Daí que dela nunca devamos inteiramente desesperar.

    Continuação de forte inspiração.

    ResponderEliminar