Pesquisar neste blogue

quinta-feira, 18 de março de 2010

MATERIAIS (de Liturgia da Matéria)




A utilidade da pedra:
fazer um muro ao redor
do que não dá para amar
nem destruir.

A utilidade do gelo:
apaga tudo que arde
ou pelo menos disfarça.

A utilidade do tempo:
o silêncio.

Paulo Henriques Britto

6 comentários:

  1. Utilidade da pedra:
    Por que não dar-nos a conhecer o passado?
    (Só as que sabem falar recatadas).
    Lembrei-me da Pedra da Roseta.
    Não, a "Filosofal" é para eruditos.
    O gelo?
    Apaga o sabor do whisky e até pode "queimar".
    O tempo?
    É o que dá vida ás ampulhetas.

    Cumprimentos.

    ResponderEliminar
  2. Posso até concordar com a utilidade da pedra e, com algum esforço, com a do tempo. Agora a do gelo, Júlia, nem pensar. A utilidade do gelo? pense em uísque e logo vê... ;-)

    ResponderEliminar