Pesquisar neste blogue

sexta-feira, 3 de julho de 2009

4.48 Psychosis




"nunca compreendi
aquilo que é não é para eu sentir
como um pássaro a voar num céu inchado
a minha mente é rasgada por um relâmpago quando voa do trovão atrás"

Sarah Kane

3 comentários:

  1. E jamais compreenderás, Sarah. A não ser que deixes de viajar no vôo 448 Psychosis... (risota)

    ResponderEliminar
  2. Há para aqui uma certa rebeldia que faz com que não consiga evitar este meu lado cítrico... se isto continua assim ainda me transformo num citrino, Júlia. ;)

    ResponderEliminar