Pesquisar neste blogue

segunda-feira, 29 de junho de 2009

A MUDEZ CANTADA, A MUDEZ DANÇADA


"Quase não era canto, no sentido em que este é aproveitamento musical da voz. Quase não era voz, no sentido em que esta tende a dizer palavras. É antes da voz ainda, é fôlego. Uma palavra ou outra às vezes escapava, revelando de que era feita aquela mudez cantada: de história de viver, amar, e morrer. Essas três palavras não ditas eram interrompidas por lamentos e modulações. Modulações de fôlego, primeiro estágio de voz que capta o sofrimento no seu primeiro estágio de gemido, e capta a alegria no seu primeiro estágio de gemido. E de grito. E mais outro grito, este de alegria por se ter gritado. Em torno a assistência aconchegava-se escura e suja. Depois de uma das modulações que de tão prolongada morre em suspiro, o grupo esgotado como cantor murmura um "olé" em amém, última brasa.
Mas há também o canto impaciente que a voz apenas não exprime: então um sapateado nervoso e firme o entrecorta, o "olé" que interrompe a cada instante não é mais amém, é incitamento, é touro negro."

Clarce Lispector, in Para Esquecer

13 comentários:

  1. Oi minha amiga! Passei para deixar um oi pra ti e boa semana
    Fellipe

    ResponderEliminar
  2. Julia
    Clarice nos colocando entre a plateia, escura e suja, prendendo nosso fôlego diante da "mudez cantada, da mudez dançada"...
    Lindo.

    beijinhos

    ResponderEliminar
  3. Ah, assim sim, Júlia. É que a menina anda muito arredia. :)
    Sabe que eu também gosto da nudez cantada e principalmente da nudez dançada? (muitos risos)

    ResponderEliminar
  4. Esta Clarice é tão enigmática.. a sua vida que li (por sua causa) recentemente em alguns artigos da net também tão enigmática... nem sabia que ela era brasileira...

    ResponderEliminar
  5. Dobro a espinha sempre, perante a Clarice. E fico sem palavras.

    ResponderEliminar
  6. Este comentário foi removido por um administrador do blogue.

    ResponderEliminar
  7. Olha... ficou muda... será uma mudez cantada ou dançada? ;)

    ResponderEliminar
  8. Este comentário foi removido por um administrador do blogue.

    ResponderEliminar
  9. olá Fellipe estive viajando como vocêes dizem. Aposto que nem deste pela minha falta :-)

    ResponderEliminar
  10. Querida Dulce como ela entendia o palco da vida..

    ResponderEliminar
  11. Menino Mike, eu estive viajando mas voltei!

    " carma!" :-)

    ResponderEliminar
  12. CM, entoa andou a pesquisar a vida da Clarice. O que atrai nela é precisamente essa interioridade a que alguns chamam enigma :-)

    ResponderEliminar