Pesquisar neste blogue

terça-feira, 5 de maio de 2009

the spirit of the wind

mas naquela manhã de sal e céu irisado
em que o verso das tuas pálpebras
eram as velas, o vento tocou o sol
que subiu através de nós.
..
desde a véspera
***

Júlia Moura Lopes

21 comentários:

  1. Julia,

    Na delicadeza dos versos, a ternura de um coração.
    Muito lindo.

    bjs.

    Dulce

    ResponderEliminar
  2. Já tinha saudades destas imagens e destas palavras.
    Beijinho e bom regresso, Júlia :-)

    ResponderEliminar
  3. saudades tenho teido eu da menina, com a diferença de que agora não tenho onde a procurar :-(

    ResponderEliminar
  4. Este comentário foi removido por um administrador do blogue.

    ResponderEliminar
  5. Ai o vento, muito atrevido, esse malandro... (risada)

    ResponderEliminar
  6. final
    mente
    regressas com braçadas de ternura
    em forma de poema


    .
    um beijo

    ResponderEliminar
  7. A tua sensibilidade Júlia...

    E era verso, subida, viagem e manhã.

    :( Eram?

    Já não são? (não carece de resposta)

    Um grande beijo.

    ResponderEliminar
  8. É um prazer «revê-la» depois do que espero que tenham sido umas excelentes férias, Júlia. Um beijo. :-)

    ResponderEliminar
  9. Querem ver que o safado do vento a levou? Que espírito travesso tem este vento...

    ResponderEliminar
  10. Já acabaram as férias?

    Bem, mas deixaram boas recordações!

    ResponderEliminar
  11. Vejo que voltas inspirada, Júlia! Ainda bem. :-)

    ResponderEliminar
  12. Ainda bem que já voltou, Júlia. Faz falta! :-)

    ResponderEliminar
  13. olá Gabriela, um beijinho tb para si!
    ----------

    olá, Lorenzo, sempre querido!

    ----------

    Querida Luisa, obrigada!

    ----------

    Olá Joqaquim, sabe sempre bem trocar de ares, conhecer novas gentes, novas paisagens! abraço!

    ----------

    Ana, isso é bom, não?

    ----------

    Querida Minucha, obrigada, muito!

    ----------

    Mike, o vento tem as costas largas! :-)

    -----------

    Querido amigo CM, tambem sou filha de Deus, não?

    ------------

    Querida Cristina, Obrigada com beijo!

    ResponderEliminar
  14. nem para isso deu, Vicente, já voltei à terra!

    ResponderEliminar