Pesquisar neste blogue

domingo, 10 de maio de 2009

Desafio - Sonho ou realidade?

tela de Victor Oliva
Sonho ou realidade? Esta mulher será personagem de romance ou existirá sob o efeito do alcool?
Deixo-vos o desafio que definirá a linha tangente da existência desta mulher.
.
Lembro 0 poema, em Adenda:
***
"Todo o amor é fantasia;
ele inventa o ano, o dia,
a hora e a melodia;
inventa o amante e, mais,
a amada. Não prova nada,
contra o amor, que a amada
não tenha existido jamais."

(António Machado)

18 comentários:

  1. É uma personagem de romance e existe sob o efeito do alcool (bebido pelo romancista). Por isso é sonho e realidade. Hum... acho que desconversei e tresli. ;)

    ResponderEliminar
  2. eheheh

    isso é batota
    (risos abafado para nao acordar o home)

    ResponderEliminar
  3. No seguimento do que me suscitou o «Elogio do Amor Puro », do MEC, esse olhar que me parece adivinhar entre os dois só pode - ou quase sempre é - ficção. Pessimismo? Nem tanto, Júlia...

    ResponderEliminar
  4. ESSES SPAM's DO MERCADO LIVRE NAO ESTAO NADA LEGAIS.

    ResponderEliminar
  5. Existe.
    Provavelmente só mesmo na imaginação difusa de um autor tocado.
    Conseguirá dar-lhe vida no papel para que a vejamos real? .. .. a acreditar na inspiração que tanto foram / vão buscar ao nectar rosado .. ;)

    ResponderEliminar
  6. É sonho! Mas um sonho tão intenso que para ele é uma realidade... O álcool aguça ainda mais o sonho e a traz assim, diáfana, para seu momento de falsa realidade...

    ResponderEliminar
  7. Está visto que o amor é um grande inventor, é o que é... ;)

    ResponderEliminar
  8. Ah... será por isso que se diz "vergar a mola"? É que o amor verga-se, ou não? ;)

    ResponderEliminar
  9. não, Mike, o Amor jamais se verga
    ou existe ou não existe.

    ResponderEliminar
  10. Na minha prosaica interpretação, Júlia, a realidade é o copo e são os vapores etílicos, que desenham essa figura de contornos perfeitos, correspondente, certamente, ao ideal estético feminino do nosso pretenso escritor ou sonhador. Sobre o amor, perfilam-se hipóteses múltiplas. Mas este faz-me pensar num «canto» de sereia tentadora mas velhaca. Não vejo o amor de cor verde, embora haja quem muito aprecie o verde (como o nosso Mike), por razões que não vêm ao caso. ;-D

    ResponderEliminar