Pesquisar neste blogue

domingo, 19 de abril de 2009

pós-cliché?


V
eu, pós-moderno
pós-clichê

sou clichê por excelência
releio cl@ssicos de meia p@gina
recrio lixo
rebatizo o belo
.............
..............(que o belo não existe
..............o belo é uma promessa
..............na porta carcomida de tua retina
..............uma fechadura enferrujada
..............uma veia de teus flamboyants)
eu, pós-vanguarda
na retaguarda permaneço
tiro o meu da reta
assisto a banda passar
vomito smirnoff ice
nos que estão fora
das cordas de proteção
..........................................(que a proteção não existe
..........................................a proteção é um óvulo fecundado
..........................................de uma adúltera na sala de espera
......................................... de uma clínica de abortos)


Wellington de Melo

2 comentários: