Pesquisar neste blogue

domingo, 22 de março de 2009

retemperando as forças

16 comentários:

  1. são espinafres, Fugi, se entrarem pela cabeça, entrarão mais rápido LOL

    ResponderEliminar
  2. Gabriela!:-)

    é uma cena forçosa
    mente quaotidiana :-))

    ResponderEliminar
  3. Ai a Júlia está aqui tão disfarçada! (LOL)

    ResponderEliminar
  4. Ó Júlia, mas os espinafres não se comem? (risos)
    Olhe, a menina havia de ver as quitandas africanas em cima das cabeças das quitandeiras. :)

    ResponderEliminar
  5. E haveria eu de ter a força de gente assim...Desta geração...Força de gente e gente de força.

    ResponderEliminar
  6. O que realmente "importa" é o verde dos espinafres!!!

    Não sei se daqui a uns tempos ainda os haverá assim!?

    Já agora, a força para carregar tal fardo virá dos espinafres, tipo Popeye!!!

    ResponderEliminar
  7. há algumas ainda na terra de Meu Pai, tal e qual .. normalmente acompanhadas por um burrico tão carregado quanto elas :)

    ResponderEliminar
  8. Uma imagem, por vezes, vale mais do que mil palavras, esta é uma delas.

    ResponderEliminar
  9. Olha a D. Felismina que ficou tão bem na foto! Quase que aposto que estava a levar as nabiças para a comadre que mora na Rua do Alto dos Foguetes... LOL!!!

    ResponderEliminar
  10. Querida Júlia, se os espinafres têm as qualidades que lhes são geralmente atribuídas, adivinha-se – e aguarda-se com expectativa - um frenesim de actividade no «Privilégio dos Caminhos», para bem de todos nós, privilegiados. ;-)

    ResponderEliminar
  11. Hum... esta deve ser a avó da Olívia Palito. :)

    ResponderEliminar
  12. CM, engano seu, sinto tal qual ela, com um molho de espinafres em cima de mim:-))

    ResponderEliminar
  13. Portugueses teníais que ser, os tendría que dar vergüenza reirse de alguien mayor, seguro que no os imagináis por donde os iba a meter yo las espinacas.

    ResponderEliminar