Pesquisar neste blogue

quarta-feira, 14 de janeiro de 2009

O COLECIONADOR DE ESTRELAS



O menino de olhos tristes
descalçou os sapatos,
rasgou os contratos
e partiu.
Foi colecionar estrelas.
Algumas delas
deslizaram do escuro
e ofereceram-se encantadas;
outras, lívidas de espanto,
ficaram acuadas sem se entregar,
pois o menino de olhos tristes
destelhara os segredos da noite
e dominara os decretos do mar.
Ao perceber-se abarrotado de estrelas,
o menino içou as velas
e voltou.
Mas - surpreso - constatou
que sua coleção tinha debandado
e retornado a seu próprio território.
Ele olhou o céu novamente estrelado
e dormiu agradecido.
O menino de olhos tristes tinha aprendido
a beijar a vida e abraçar o transitório.

Flora Figueiredo
***
Dedico ao CR

12 comentários:

  1. É assim que se aprende que não devemos querer possuir aquilo que a vida nos permite conhecer e nos dá tanta alegria e prazer. Devemos sentir orgulho em poder conviver com as estrelas enquanto somos dignos delas.

    ResponderEliminar
  2. Ó Júlia, adoro o sentimento deste texto...

    Obrigada! Mas olha que...nem todos da familia Miranda tem o dote da escrita. Quem sente e expõe. Só assim.

    Eu vou sempre escrevendo.`

    Um beijinho e vai pondo mais coisas pk é um prazer!

    ResponderEliminar
  3. Olá Julia,

    Há muito que acompanho o teu blog. Parabéns por ele mais uma vez.

    Achei que era merecedor de um prémio. Visita este link:

    http://lagash.blogs.sapo.pt/2009/01/14/

    Cumprimentos
    Mário L. Soares

    ResponderEliminar
  4. Depois de te enviar o comentário do prémio é que vi que já tinhas recebido um igual...

    Ainda bem... é sinal que mereces. Bom trabalho.

    Beijinhos
    Mário L. Soares

    ResponderEliminar
  5. Querida Sara, eu sei, mas tu tens esse dom e o teu avô há-de estar muito feliz que ele seja perpetuado em ti.

    bem querer meu

    ResponderEliminar
  6. Foi um prazer, CR, espero que tenha gostado do poema :-)

    ResponderEliminar
  7. estamos mais uma vez em consenso, que monotonia, Mister Mike! Prepare-se que a seguir coloco um Fado :-P

    :-))

    ResponderEliminar
  8. Um menino em frente ao rio, que reflectia as estrelas coleccionadas...

    ResponderEliminar
  9. somos o espelho das pessoas que atraimos, Cristina. Das más e das boas.

    beijo

    ResponderEliminar