Pesquisar neste blogue

sexta-feira, 30 de janeiro de 2009

Consta nos astros



Consta nos astros, nos signos, nos búzios
Eu li num anúncio, eu vi no espelho, tá lá no evangelho, garantem os orixás
Serás o meu amor, serás a minha paz
Consta nos autos, nas bulas, nos dogmas
Eu fiz uma tese, eu li num tratado, está computado nos dados oficiais
Serás o meu amor, serás a minha paz
Mas se a ciência provar o contrário, e se o calendário nos contrariar
Mas se o destino insistir em nos separar
Danem-se os astros, os autos, os signos, os dogmas
Os búzios, as bulas, anúncios, tratados, ciganas, projetos
Profetas, sinopses, espelhos, conselhos
Se dane o evangelho e todos os orixás
Serás o meu amor, serás, amor, a minha paz
Consta na pauta, no Karma, na carne, passou na novela
Está no seguro, pixaram no muro, mandei fazer um cartaz
Serás o meu amor, serás a minha paz
Consta nos mapas, nos lábios, nos lápis
Consta nos Ovnis, no Pravda, na Vodca

5 comentários:

  1. Olá Júlia!

    Obrigada por me chamar a atenção.
    Já corrigi o meu erro.
    De facto há muita informação na net que nem sempre é a mais correcta.

    Bem Haja
    Maria Souza

    ResponderEliminar
  2. Olá, Maria,

    Há sites que são sérios, como o Jornal de Poesia, O Pessoa Revisitado, onde pode encontrar poemas de Pessoa, de resto, não confie..

    O poema que transcreveu é do "Padre Zezinho" e tem outro titulo que não sei dizer agora.

    beijinho e bem querer

    ResponderEliminar
  3. Tenho de consultar com muito mai atenção os meus astros e orixás, os anúncios... talvez ainda não tenha conseguido discernir a minha paz!

    ResponderEliminar
  4. QUERIDA JÚLIA, SIMPLESMENTE ADOREI O TEU TEXTO... UM GRANDE BEIJO DE CARINHO AMIGA,
    FERNANDINHA

    ResponderEliminar
  5. Nem nos jornais acredito... mas a canção é lindíssima e nessa apetece acreditar!

    ResponderEliminar