Pesquisar neste blogue

segunda-feira, 12 de janeiro de 2009

?



“Como posso querer
que meus amigos entendam
as coisas loucas que se passam
pela minha cabeça,
se eu mesmo, não entendo.”

SALVADOR DALI
1904 - 1989

14 comentários:

  1. Ele é um génio. O presente justifica-se.

    Mas quantas vezes pensamos, todos, a mesma coisa?

    beijinho

    ResponderEliminar
  2. Uf! De repente pensei que a frase era sua, Júlia! (LOL!).

    ResponderEliminar
  3. Dali, Dali, sempre Dali. Gostei tanto deste post. Eu sei que não se explica... mas gostei muito.
    :-)

    ResponderEliminar
  4. :-)

    (costumo dizer que a parte do meu corpo que me dá mais trabalho é o cérebro... eta neurónios complicados, estes meus...)
    :-D

    ResponderEliminar
  5. eles entenderão .. porque são amigos :) .. os outros? dificilmente .. *

    Beijito

    ResponderEliminar
  6. Há sóis, que brilham de ciclos em ciclos...

    Brilhante!

    Beijo.

    ResponderEliminar
  7. um dos meus "heróis", é dos seres que, realmente, nos suscitam uma enorme curiosidade e simpatia, difícies de entender, só o tempo nos manifesta a sua grandeza, pela dimensão extraordinária da sua genialidade
    obg Júlia :-)

    ResponderEliminar
  8. Era um génio, mesmo. Com todas as contradições dos génios, que fazem parte da sua loucura. Adoro os quadros dele.

    ResponderEliminar
  9. :-/

    a minha também, Fugi, sou muito complicadinha!!

    ResponderEliminar
  10. Fantástico até porque como disse F. Pessoa :"Esta espécie de loucura"
    "Que é pouco chamar talento
    E que brilha em mim, na escura
    Confusão do pensamento,

    Não me traz felicidade;
    Porque, enfim, sempre haverá
    Sol ou sombra na cidade.
    Mas em mim não sei o que há"
    O mundo é dos loucos.

    ResponderEliminar