Pesquisar neste blogue

terça-feira, 30 de setembro de 2008

Das casas # I




Há casas
cuja beleza começa no projecto;
outras, e são talvez as mais belas,
existem só na cabeça do arquitecto.




Há casas feitas à medida do homem,
outras há para andar de bicicleta;
há casas sobre cascatas
onde ao sortilégio da água
se junta a música de Bach.

Eugénio de Andrade


Fotos de Luisa no Nocturno

9 comentários:

  1. Sem embargo de algumas realizações arquitectónicas desordenadas terem uma beleza apelativa diferente da que se encontra na meticulosa ordenação bachiana.
    Beijinho, Querida Júlia

    ResponderEliminar
  2. As fotografias são lindas
    Eugénio de Andrade é!

    Que bem ficou a junção.


    beijinho

    ResponderEliminar
  3. amanhã coloco o resto do poema, Minucha. Dificil escolher as casas para burro!!!

    beijinho

    ResponderEliminar
  4. Acho que conheço estas casas... não são da Luísa? Hum... a menina gamou-as, não é? Lá vem à baila o tal provérbio trasmontano e de tansa a Júlia não tem nada... (muitos risos)
    Mas está um post bonito, sim senhora. :-)

    ResponderEliminar
  5. A segunda de quem sobe é minha.
    É a 4ª de quem desce ...
    É assim neste sobe e desce da vida, com casas sobre leitos de rios, oou bacias de retenção ou até leitos de cheias, que gostamos de chafurdar, para depois a casa aparecer na TV a flutuar ...

    Está uma simbiose perfeita, Eugénio de Andrade, casas e "bunganvílias".
    Só não gosto da cor.
    Foi a única que eliminei
    Tenho vermelhas, cor de tijolo, brancas e amarelas.
    Mas estão a invadir o que já não lhes pertence e sujam tudo.
    São bonitas nas casas dos vizinhos.
    Mas ninguém as quer e quem as levar, ainda de oferta, leva uma "corriola" de flores azuis, que não é muito vulgar.
    Só vi uma no porto Santo, mas dou tudo, DADO!!!

    ResponderEliminar
  6. Esqueci-me que tenho o resto da casa com o candeeiro, só que é dos modernos em aço inox e com detector de movimentos.

    Como eram belas as coisas antigas.
    Estava na brincadeira, não tem um suporte tão ... mas a diferença é mínima para o meu.
    Tem um defeito.
    Não dá para lâmpadas sem consumo.

    ResponderEliminar
  7. O Eugénio de Andrade sabe de casas o que nenhuma imagem ou fotografia pode revelar… nem, talvez, insinuar? Obrigada, Júlia, pela referência. :-)

    ResponderEliminar
  8. Fantásticas imagens deste nosso Porto, e muito bem acompanhadas com as palavras do saudoso Eugénio de Andrade.
    Parabéns à JúliaML, por este aconchegante espaço de Partilha.
    Parabéns à Luísa e ao José Boldt pelas excelentes Fotografias.
    Gaspar de Jesus

    ResponderEliminar
  9. Momento bonito este, Gaspar, em que os artistas se cumprimentam!

    obrigada pela sua presença! O seu blog já faz parte dos links na barra lateral.

    ResponderEliminar